terça-feira, 11 de novembro de 2014

Excelência das Moças: o que é? Como fazer?

Com o final do ano se aproximando, começam os preparativos para a Excelência das Moças e todas nós, líderes, queremos realizar uma ótima atividade e fazer algo especial não é mesmo?
Para isso, que tal consultarmos o Manual de Administração da Igreja sobre o assunto?
Já tive a oportunidade e privilégio de participar de alguns programas de Excelência, tanto quanto moça, como quando líder. Embora todas tivessem o mesmo objetivo e propósito, a organização delas apresentou algumas pequenas diferenças, por isso, antes de mais nada, decidi pesquisar sobre o que é realmente a Excelência das Moças. 


1 - O que é?

“Excelência das Moças” é o evento no qual as moças recebem reconhecimento pelas coisas boas que vêm fazendo. É uma comemoração do Progresso Pessoal.

2 - No que consiste?

Cada moça fala de uma experiência ou um projeto com um valor que concluiu durante o ano e no qual demonstrou excelência

3 - Como pode ser feita a apresentação?

Sua apresentação pode incluir talentos e aptidões que desenvolveu por meio das metas de seu Progresso Pessoal.

4 - Além da liderança, quem mais deve estar presente no dia da atividade?

As líderes das Moças convidam os pais a assistir ao evento.

5 - Como é feita a preparação para a Excelência das Moças?

No início do ano, as líderes incentivam cada moça a pensar seriamente nos valores nos quais poderiam concentrar-se para esse evento. A jovem pode ter a ajuda de um membro da família, de outra moça ou de outras pessoas em seu projeto, que pode levar vários meses para ser concluído.

6 - Como é realizada a Excelência das Moças?

Esse evento geralmente é realizado durante a Mutual em âmbito de ala, mas pode ser realizado em âmbito de estaca. As líderes adultas incluem as moças no planejamento. A data e os planos para o evento devem ser anunciados no começo do ano.


Considerações importantes:

Primeiramente, sobre o reconhecimento mencionado. Já vi inúmeras irmãs debatendo sobre a questão se a moça pode ou não pode receber o medalhão das moças durante a Excelência.  O mesmo acontece com o pingente honra da abelhinha, com os certificados de avançamento de classe e as fitinhas dos valores.
Pesquisando a respeito do assunto, encontrei o seguinte:

  • Quanto ao Medalhão - De acordo com o próprio Progresso pessoal: Quando uma moça termina seu trabalho com todos os oito valores e é entrevistada pelo bispo, ela recebe o Reconhecimento das Moças. Esse reconhecimento consiste num certificado  e num medalhão de ouro ou prata . Um membro do bispado pode entregar o Certificado de Reconhecimento das Moças em uma reunião sacramental."
  • Quanto ao Pingente da Abelhinha - Novamente, de acordo com o Progresso Pessoal: "Depois de receber o certificado de reconhecimento das moças, a jovem pode continuar seu progresso e conquistar o pingente de Honra da Abelhinha. Esse reconhecimento pode ser feito em uma reunião das moças."
  • Quanto aos certificados de avançamento de classe -  Conforme o Progresso Pessoal: "Esses certificados (Abelhinha, Menina-Moça, Laurel) são concedidos sob orientação do bispo, que também deve reconhecer a passagem da moça de um grupo etário para outro."
  • Quanto as "fitinhas" -  O progresso pessoal ensina: " Quando uma moça termina as experiências e os projetos com cada valor, ela recebe um emblema e uma fita relacionada àquele valor para colocar nas escrituras. (...) Esse reconhecimento pelo seu progresso, pode ser feito em uma reunião das moças."
Com exceção dos certificados de avançamento de classe, que devem ser feito sob a orientação do bispado, não há nada dizendo que a moça não pode receber seu medalhão, o pingente da abelhinha ou a fitinha correspondente a determinado valor durante a Excelência das Moças.
Entretanto, eu acredito que seguir as orientações do Progresso Pessoal é a melhor opção.  O reconhecimento mencionado, nesse caso, poderia ser algo simbólico. Não necessariamente a entrega desses materiais. Acredito também que essas questões devem ser decididas pela presidência da Organização das Moças, sob espírito de oração e sob a orientação do bispado. 

Segundo, quanto as apresentações: O Manual fala claramente que a moça pode apresentar uma experiência ou um projeto com um valor que ela tenha concluído durante o ano. O requisito para essa apresentação é que ela tenha demonstrado excelência ao cumprir a experiência ou projeto. 
Infelizmente, já participei de Excelências em que moças não puderam se apresentar porque não haviam realizado nenhum projeto ainda. Novamente, o manual fala claramente que ela pode apresentar uma experiência, se for o caso. E vamos concordar que isso faz todo o sentido. Por exemplo, se uma moça completa 12 anos em novembro, e completa uma experiência até a excelência das moças, por que ela então não pode compartilhar o que fez/ aprendeu?
Outra questão importante, as experiências e projetos compartilhados devem ser aqueles que as moças demonstraram excelência ao realizar. Também já participei de excelência em que jovem simplesmente apresentou por apresentar. Era possível perceber que ela havia feito o projeto só por fazer e que aquilo não tinha muito significado para ela. Para evitar esse tipo de coisa, sugiro duas: Embora saibamos que é a própria moça que escolhe qual projeto/experiência quer apresentar, podemos, como líderes, orientá-las quanto à apresentação. Por meio de entrevistas podemos avaliar, juntamente com as jovens, quais foram as experiências mais marcantes e significativas.
Um outro aspecto importante sobre as apresentações: a moça pode, é claro, demonstrar os talentos e aptidões que adquiriu ao realizar o projeto/ experiência apresentada.  Em uma das excelências em que participei, uma moça levou um colcha de retalhos que ela aprendeu a confeccionar para cumprir os requisitos de determinado projeto. Demonstrações assim são ótimas para enriquecer ainda mais o programa, para demonstrar aos convidados como as jovens aprendem e progridem nas moças e para incentivar as demais jovens. Portanto, incentive-as a demonstrarem sim seus talentos em suas apresentações!

Terceiro, sobre a realização da Excelência: Ela pode ser realizada durante a Mutual, a nível de ala ou a nível da estaca. As moças devem participar do planejamento, sempre que possível. Além disso, a Excelência das Moças é um evento que deve ser anunciado, elaborado, pensado e planejado desde o início do ano.
Minha estaca sempre realiza a Excelência das Moças a nível de Estaca (por sermos poucos em números). Portanto, nunca planejei, eu mesma, uma excelência das moças. Entretanto, segue um sugestão simples de ata para quem está começando agora:

Sugestão de ata para Excelência das Moças

Boas-vindas:
Hino de abertura:
Oração:

Breve explicação sobre o que é a Excelência das Moças: (feita pela liderança das moças)

Apresentação das experiências/projetos: (feita pelas moças)

Mensagem de encerramento: (feita também pela liderança das moças)

Hino de encerramento:
Oração final:

O programa em si é bem simples. Mas garanto que é muito especial e espiritual. 
Algumas outras sugestões que dou é que vocês envolvam suas moças na elaboração e planejamento da excelência. Elas podem escolherem os hinos que serão cantados, realizarem uma apresentação musical especial, entre outras coisas.
A decoração pode ser feita toda com as cores dos valores das moças, afinal, essa é uma comemoração do progresso pessoal.

Espero ter ajudado!
Dia 29, agora, teremos a Excelência das Moças a nível de Estaca. Em breve posto as fotos da atividade, isto é, se o Ian não resolver nascer até lá.
Qualquer dúvida ou sugestão, é só falar.

5 comentários: