quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Uma breve explicaçãozinha!

Meninas, meu bebê nasceu!
Como estou curtindo (leia babando) meu filhote e como estou de resgardo, vou ficar um tempinho sem postar.
Volto em breve!
Boa semana.

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Ideia para amigo-oculto baseado no progresso pessoal

Com o final do ano chegando, queria fazer uma atividade bem especial com as moças, aproveitando o clima de natal. 
Encontrei muitas ideias legais ao pesquisar na internet, principalmente, ideias para amigo-oculto. Foi em meio a essa pesquisa que surgiu a ideia: por que não fazer um amigo-oculto entre as moças que desse para colocar uma meta do progresso pessoal em prática ao mesmo tempo?
Foi então a vez de pesquisar as experiências do progresso pessoal. Não foi fácil, mas acabei encontrando uma.
A experiência número sete do valor, Valor Individual, diz:

 7. O Pai Celestial deu-lhe dons especiais. Leia I Coríntios 12:4–12; 13; Morôni 7:12–13; 10:8–18 e Doutrina e Convênios 46:11–26. Peça a um membro da família, uma líder das Moças e uma amiga que escreva as qualidades que você recebeu do Senhor. Faça uma lista de seus dons em seu diário e escreva como você pode continuar a desenvolvê-los e usá-los para ajudar sua família e o próximo.

Pensei em realizar o amigo-oculto da seguinte forma: Escrever o nome de cada jovem e líder das moças em papeizinhos, normalmente, e realizar o sorteio. Junto com o papelzinho, a moça receberia também as seguintes instruções.





A ideia é que, além de uma singela lembrancinha, as moças troquem também cartinhas entre elas. O objetivo é fortalecer umas a outras e fortalece-las como Organização. Além, é claro, de ajudar na realização de uma experiência do Progresso Pessoal. Já tive a oportunidade de perceber que muitas moças tem dificuldade em começar uma meta/projeto, com uma ajudinha para iniciar elas conseguem.
Com a realização do amigo-oculto, ficaria faltando para as moças apenas pedir para um membro da família escrever suas qualidades, já que na minha concepção, as líderes podem escrever cartinhas para todas as moças e entregar depois do amigo-oculto.

Sinceramente, gostei da ideia. É bem simples, mas acredito que fará a diferença. Essa ideia também dá a possibilidade de se trabalhar uma outra experiência do Progresso Pessoal, dessa vez com o valor Natureza Divina. Trata-se da experiência obrigatória número três, que diz:

3. Melhore sua vida em família. Durante duas semanas faça um esforço especial para fortalecer seu relacionamento com um membro da família, demonstrando amor por meio de ações. Evite julgar, criticar ou ofender e observe as características positivas dessa pessoa. Escreva bilhetes de incentivo, ore por ela, procure ajudá-la e expresse verbalmente seu amor. Fale com esse membro da família, com seu pai, sua mãe ou uma líder sobre suas experiências e as qualidades divinas que descobriu.

A ideia é fazer com que as moças relembrem como se sentiram ao receber uma cartinha falando de como elas são especiais e que elas possam fazer com que outras pessoas tenham a mesma experiência, escrevendo cartinhas ou bilhetinhos de agradecimento por todo o serviço prestado por seus familiares. Essa ideia,porém, é para se posta em prática em uma outra ocasião.

Espero que tenham gostado das sugestões.
Como sempre, quem quiser mandar fotos, comentários e tudo mais sobre a atividade, ficarei feliz em publicar aqui no blog.
Boa semana a todas!

Excelência das Moças - Estaca Volta Redonda

Sábado passado, tivemos a Excelência das Moças a nível de estaca.
Infelizmente, não pude comparecer devido as contrações. (Não, meu bebê ainda não nasceu, mas está a caminho!)
Abaixo, algumas fotos do programa.


A decoração foi bem simples, mas a Excelência foi muito espiritual de acordo com os relatos que me passaram. Após uma breve mensagem de boas-vindas e explicação sobre o que é o programa de Excelência das Moças, cada jovem de cada ala, compartilhou suas experiências e aprendizado ao realizar determinado projeto (ou experiência) do Progresso Pessoal. Logo após, o segundo conselheiro da estaca deixou uma mensagem sobre a importância da Organização das Moças. E as jovens cantaram um hino especial de enceramento. Tudo bem simples, mas muito especial.

Moças da Estaca Volta Redonda



O lanche foi caprichado! Torta salgada e docinhos variados. Mas o mais bonito mesmo foi a decoração da mesa onde os lanches foram servidos. Não dá pra ver muito bem na foto mas, estava muito lindo mesmo. Todas as cores dos valores das moças foram representados. 
Gostaria de ter podido participar. Mas tudo bem. Ano que vem tem mais, não é mesmo?
E vocês? Como foi a Excelência em suas Alas?

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Ideias simples para decoração da Excelência das Moças

Com o final de ano chegando, aproxima-se uma atividade muito importante para nós que servimos na Organização das Moças: a Excelência das Moças!
Sabemos da importância desse programa e, como líderes, queremos fazer o nosso melhor, não é mesmo?
Além de caprichar na parte espiritual, que tal caprichar também na decoração? 
Como a Excelência é uma comemoração do Progresso Pessoal, que tal utilizar as cores dos valores para decorar?
Seguem algumas ideias bem simples e fácies de fazer, que não precisam de muitos recursos, mas que dão todo um charme. Afinal, os pequenos detalhes fazem toda a diferença!


1 - Pompons de papel de seda ou papel crepom;


Material necessário: papel de seda (ou papel crepom) e naylon. Modo de fazer: Tutorial: pompons de papel de seda

2 - Bolas de flores de papel crepom ou com flores artificiais;



Material necessário: bolas de isopor, papel crepom (ou as flores artificiais) e naylon. Modo de fazer: Tutorial: bola de flores. (Esse é um pouco mais trabalhoso de fazer, mas...fica lindo também!)

3 - Balões coloridos;


Sugestão de decoração: Pendurar os balões no teto da sala, amarrar fitinhas nos balões e anexar na ponta das fitinhas fotos das moças e/ou atividades feitas durante o ano.

4 - Tiras de papel crepom ou tecido TNT:


Sugestão de decoração: Que tal fazer as tiras das cores dos valores das moças e seguindo a ordem deles? 

Os "comes e bebes" também podem ser utilizados para dar uma charme a mais na decoração, exemplos:

1 - Sucos e Gelatinas


Sugestão de decoração: novamente, abusando das cores dos valores das moças, que tal decorar com gelatinas e sucos. Basta colocar em copos ou recipientes transparentes!

2 - Docinhos;


Sugestão de decoração: basta colocar os docinhos em forminhas coloridas e dispo-los sobre a mesa. Simples, mas os detalhes fazem a diferença!

3 - Confetes!




Sugestão de decoração: Separar os confetes por cor e colocar em recipientes de vidro, como taças, cristaleiras pequenas... (Dá um pouco de trabalho, mas o resultado é lindo!)

Espero que as sugestões as inspirem!
Bom final de semana para todas.


Achei simplesmente linda essa decoração. Tudo a ver com a ideia das cores dos valores das moças!

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Excelência das Moças: o que é? Como fazer?

Com o final do ano se aproximando, começam os preparativos para a Excelência das Moças e todas nós, líderes, queremos realizar uma ótima atividade e fazer algo especial não é mesmo?
Para isso, que tal consultarmos o Manual de Administração da Igreja sobre o assunto?
Já tive a oportunidade e privilégio de participar de alguns programas de Excelência, tanto quanto moça, como quando líder. Embora todas tivessem o mesmo objetivo e propósito, a organização delas apresentou algumas pequenas diferenças, por isso, antes de mais nada, decidi pesquisar sobre o que é realmente a Excelência das Moças. 


1 - O que é?

“Excelência das Moças” é o evento no qual as moças recebem reconhecimento pelas coisas boas que vêm fazendo. É uma comemoração do Progresso Pessoal.

2 - No que consiste?

Cada moça fala de uma experiência ou um projeto com um valor que concluiu durante o ano e no qual demonstrou excelência

3 - Como pode ser feita a apresentação?

Sua apresentação pode incluir talentos e aptidões que desenvolveu por meio das metas de seu Progresso Pessoal.

4 - Além da liderança, quem mais deve estar presente no dia da atividade?

As líderes das Moças convidam os pais a assistir ao evento.

5 - Como é feita a preparação para a Excelência das Moças?

No início do ano, as líderes incentivam cada moça a pensar seriamente nos valores nos quais poderiam concentrar-se para esse evento. A jovem pode ter a ajuda de um membro da família, de outra moça ou de outras pessoas em seu projeto, que pode levar vários meses para ser concluído.

6 - Como é realizada a Excelência das Moças?

Esse evento geralmente é realizado durante a Mutual em âmbito de ala, mas pode ser realizado em âmbito de estaca. As líderes adultas incluem as moças no planejamento. A data e os planos para o evento devem ser anunciados no começo do ano.


Considerações importantes:

Primeiramente, sobre o reconhecimento mencionado. Já vi inúmeras irmãs debatendo sobre a questão se a moça pode ou não pode receber o medalhão das moças durante a Excelência.  O mesmo acontece com o pingente honra da abelhinha, com os certificados de avançamento de classe e as fitinhas dos valores.
Pesquisando a respeito do assunto, encontrei o seguinte:

  • Quanto ao Medalhão - De acordo com o próprio Progresso pessoal: Quando uma moça termina seu trabalho com todos os oito valores e é entrevistada pelo bispo, ela recebe o Reconhecimento das Moças. Esse reconhecimento consiste num certificado  e num medalhão de ouro ou prata . Um membro do bispado pode entregar o Certificado de Reconhecimento das Moças em uma reunião sacramental."
  • Quanto ao Pingente da Abelhinha - Novamente, de acordo com o Progresso Pessoal: "Depois de receber o certificado de reconhecimento das moças, a jovem pode continuar seu progresso e conquistar o pingente de Honra da Abelhinha. Esse reconhecimento pode ser feito em uma reunião das moças."
  • Quanto aos certificados de avançamento de classe -  Conforme o Progresso Pessoal: "Esses certificados (Abelhinha, Menina-Moça, Laurel) são concedidos sob orientação do bispo, que também deve reconhecer a passagem da moça de um grupo etário para outro."
  • Quanto as "fitinhas" -  O progresso pessoal ensina: " Quando uma moça termina as experiências e os projetos com cada valor, ela recebe um emblema e uma fita relacionada àquele valor para colocar nas escrituras. (...) Esse reconhecimento pelo seu progresso, pode ser feito em uma reunião das moças."
Com exceção dos certificados de avançamento de classe, que devem ser feito sob a orientação do bispado, não há nada dizendo que a moça não pode receber seu medalhão, o pingente da abelhinha ou a fitinha correspondente a determinado valor durante a Excelência das Moças.
Entretanto, eu acredito que seguir as orientações do Progresso Pessoal é a melhor opção.  O reconhecimento mencionado, nesse caso, poderia ser algo simbólico. Não necessariamente a entrega desses materiais. Acredito também que essas questões devem ser decididas pela presidência da Organização das Moças, sob espírito de oração e sob a orientação do bispado. 

Segundo, quanto as apresentações: O Manual fala claramente que a moça pode apresentar uma experiência ou um projeto com um valor que ela tenha concluído durante o ano. O requisito para essa apresentação é que ela tenha demonstrado excelência ao cumprir a experiência ou projeto. 
Infelizmente, já participei de Excelências em que moças não puderam se apresentar porque não haviam realizado nenhum projeto ainda. Novamente, o manual fala claramente que ela pode apresentar uma experiência, se for o caso. E vamos concordar que isso faz todo o sentido. Por exemplo, se uma moça completa 12 anos em novembro, e completa uma experiência até a excelência das moças, por que ela então não pode compartilhar o que fez/ aprendeu?
Outra questão importante, as experiências e projetos compartilhados devem ser aqueles que as moças demonstraram excelência ao realizar. Também já participei de excelência em que jovem simplesmente apresentou por apresentar. Era possível perceber que ela havia feito o projeto só por fazer e que aquilo não tinha muito significado para ela. Para evitar esse tipo de coisa, sugiro duas: Embora saibamos que é a própria moça que escolhe qual projeto/experiência quer apresentar, podemos, como líderes, orientá-las quanto à apresentação. Por meio de entrevistas podemos avaliar, juntamente com as jovens, quais foram as experiências mais marcantes e significativas.
Um outro aspecto importante sobre as apresentações: a moça pode, é claro, demonstrar os talentos e aptidões que adquiriu ao realizar o projeto/ experiência apresentada.  Em uma das excelências em que participei, uma moça levou um colcha de retalhos que ela aprendeu a confeccionar para cumprir os requisitos de determinado projeto. Demonstrações assim são ótimas para enriquecer ainda mais o programa, para demonstrar aos convidados como as jovens aprendem e progridem nas moças e para incentivar as demais jovens. Portanto, incentive-as a demonstrarem sim seus talentos em suas apresentações!

Terceiro, sobre a realização da Excelência: Ela pode ser realizada durante a Mutual, a nível de ala ou a nível da estaca. As moças devem participar do planejamento, sempre que possível. Além disso, a Excelência das Moças é um evento que deve ser anunciado, elaborado, pensado e planejado desde o início do ano.
Minha estaca sempre realiza a Excelência das Moças a nível de Estaca (por sermos poucos em números). Portanto, nunca planejei, eu mesma, uma excelência das moças. Entretanto, segue um sugestão simples de ata para quem está começando agora:

Sugestão de ata para Excelência das Moças

Boas-vindas:
Hino de abertura:
Oração:

Breve explicação sobre o que é a Excelência das Moças: (feita pela liderança das moças)

Apresentação das experiências/projetos: (feita pelas moças)

Mensagem de encerramento: (feita também pela liderança das moças)

Hino de encerramento:
Oração final:

O programa em si é bem simples. Mas garanto que é muito especial e espiritual. 
Algumas outras sugestões que dou é que vocês envolvam suas moças na elaboração e planejamento da excelência. Elas podem escolherem os hinos que serão cantados, realizarem uma apresentação musical especial, entre outras coisas.
A decoração pode ser feita toda com as cores dos valores das moças, afinal, essa é uma comemoração do progresso pessoal.

Espero ter ajudado!
Dia 29, agora, teremos a Excelência das Moças a nível de Estaca. Em breve posto as fotos da atividade, isto é, se o Ian não resolver nascer até lá.
Qualquer dúvida ou sugestão, é só falar.

domingo, 9 de novembro de 2014

Mutual: O que estou levando para dentro do meu lar?

Estudando a Liahona de outubro deste ano, encontrei um artigo na sessão "Vozes da Igreja" , do qual gostei muito.  Chama-se: Um veneno com alto poder de atração e conta a história de uma irmã que viu seu jardim ser invadido por formigas de fogo. Essa irmã já estava preparada caso isso viesse acontecer. Ela havia comprado um veneno contra formigas, mas não acredita muito em sua eficacia. O rótulo dizia que ela precisava apenas aspergir um pouco do veneno em volta do formigueiro e as formigas fariam todo o resto. Elas o levariam para dentro da colônia e todas morreriam. A irmã fez conforme indicado no rótulo e ficou observando. Em poucos minutos, as formigas começaram a carregar voluntariamente o veneno para o formigueiro, levando-o a destruição.

 ( clique aqui para ler o artigo na íntegra.)
Essa experiência me fez refletir muito a respeito do que eu voluntariamente estou levando para o meu lar.  Será que eu, sem perceber, estou levando coisas que podem envenenar o ambiente? 
Compartilhei esse artigo com meu esposo durante a reunião familiar e juntos traçamos algumas metas para protegermos o nosso lar. Uma delas foi observar nossa própria atitude para sabermos o que estamos permitindo que entre nele. 
Gostei tanto desse artigo e das metas que traçamos, que planejei uma mutual para ajudar as moças a refletirem sobre o que elas estão levando para seus lares também.  Trata-se de uma ideia bem simples, fácil de ser realizada.
A mutual consiste em apresentar algumas situações para as moças e deixar que elas façam suas escolhas sobre como elas agiriam em cada uma dessas situações. É fundamental que cada moça se depare com essas situações sozinha e que ela responda honestamente, é claro. Para isso, um percurso poderia ser demarcado pela capela, conduzindo-as de uma sala a outra, até chegarem na sala das moças, onde elas teriam a oportunidade de ler o artigo, debater sobre ele, compartilhar suas experiências (caso elas queiram) e fazer comentários sobre o que elas puderam compreender da atividade. Seguem as situações e as consequências que as escolhas vindas dessas situações trariam:

Situação 1 - Meus amigos me enviaram o link de um vídeo. Todos que já assistiram dizem que ele é engraçadíssimo. E na escola, o comentário geral é sobre esse tal vídeo. Comecei a assisti-lo, mas logo no início, percebi que ele apresenta alguns palavrões.
O que eu faço?
Continuo assistindo ou paro de assistir?

Se a resposta for: Continuo assistindo,  a jovem deverá receber um papelzinho onde deverá estar escrito: "Pensamentos impuros" . Se a resposta for: paro de assistir, o papelzinho que ela receberá deverá conter as palavras "Pensamentos puros".

Situação 2 - Minha irmã está sempre implicando comigo por algum motivo.
O que eu faço?

Aceito as provocações ou busco ser paciente?

Se a resposta for: aceito as provocações, no papelzinho recebido deverá estar escrito: "Discórdia" . Se a resposta for: busco ser paciente,  o papelzinho que ela receberá deverá conter as palavras "Mansidão".

Situação 3 - Minha mãe me pediu para realizar determinada tarefa. Mas eu não a fiz. Quando minha mãe me pergunta  a respeito, qual é minha reação?

Peço desculpas por não ter feito o que ela me pediu ou começo a reclamar que “tudo sou eu”?

Resposta: peço desculpas, "Humildade" . Resposta: Começo a reclamar "Palavras duras".

Situação 4 - Quando estou sozinha ou em companhia de pessoas que não são membros da Igreja, qual é o meu comportamento?

Me adapto aos padrões das pessoas com quem estou ou busco viver os padrões da Igreja?

Resposta: Me adapto, "exemplos negativos" . Resposta: busco viver os padrões , "exemplos positivos".


Situação 5- Ao conferir o troco, percebo que o dinheiro recebido veio a mais.
O que eu faço?
Devolvo o dinheiro a mais ou fico com o troco assim mesmo?

Resposta: Devolvo o dinheiro, "Honestidade" . Resposta: Fico com o troco,"desonestidade".


Situação 6- Minha nota em determinada matéria veio abaixo do que o esperado, embora eu tenha me dedicado muito.
Meus pais sabem que tenho dificuldade, mas reconheceram meus esforços e estão ansiosos para saber meu resultado.
O que eu faço?
Conto a verdade ou a omito?

Resposta: Conto a verdade, "Confiança" . Resposta: Omito, "Segredos e mentiras".

Situação 7- Meu dia a dia é muito atarefado. Tenho muitas tarefas para fazer da escola. Faço seminário, entre outras coisas. Geralmente, tenho um pouco de dificuldade em manter meu quarto arrumado.
O que eu faço?
Busco manter meus pertences organizados ou não ligo muito para isso, quando der, eu arrumo tudo?

Resposta: Busco manter a organização, "Esforço, dedicação" . Resposta: Quando der...eu faço," procrastinação".


Como mencionei anteriormente, as situações poderiam estar cada uma dentro de uma sala, juntamente com envelopes contendo os papelzinhos com as consequências de cada resposta dada em cada situação. A moça faria o percurso sozinha, até chegar no lugar determinado. Ela traria consigo cada uma das "consequências" de suas escolhas. 
Não é necessário que as líderes vejam qual foram essas consequências, o objetivo da mutual é fazer com que elas reflitam sobre o que elas estão levando para seus lares e suas vidas. A ideia é ajuda-las a compreender que o inimigo espalha suas armadilhas a nossa volta e somos nós que optamos por cair nelas ou não. Para ajuda-las com isso, a explicação da mutual e o debate sobre o artigo devem ser feitos depois que elas tiverem feitos suas escolhas.
Mais uma vez, não tive a oportunidade de colocar essa ideia em prática. ( Estou nas últimas semanas de gestação e com alguns problemas na Organização das Moças, que espero resolver em breve). Então, ficarei muito feliz se vocês a usarem. Mandem as fotos da atividade, comentários e sugestões, ok?
Obrigada!
Boa semana a todas!

sábado, 18 de outubro de 2014

Mutual sobre o que é o livre-arbítrio com direito a filme!

Vocês já assistiram ao filme "Uma garota encantada"?
Trata-se de uma comédia romântica que conta a história de Ella, uma garota que ganhou um dom incomum de sua fada-madrinha. O "presente" recebido é o dom da obediência e a jovem se vê obrigada a fazer tudo que todo mundo pede, sem ter nenhuma possibilidade de recusar.  A situação se torna insuportável para a garota quando seu pai se casa novamente. Além de ganhar uma madrasta cruel, ela também ganha duas "meias-irmãs", Hattie e Olive, que se vêem no direito de explorar a jovem assim que ficam sabendo do seu dom. Indignada com a situação, Ella sai em busca da sua fada-madrinha para quebrar o encanto. (Para ver o trailer, legendado, clique aqui)


Desde que eu o assisti,  tive vontade de utiliza-lo em uma mutual para trabalhar o que é o livre-arbítrio. A ideia é assistir, primeiramente, o filme  com as moças e depois promover um pequeno debate sobre o que é o livre-arbítrio e qual é a sua importância.
A experiência obrigatória número três do Valor "Escolhas e responsabilidades" poderia, inclusive, ser realizada nessa ocasião.

"O arbítrio, ou liberdade de escolha, é um dos maiores dons de Deus a Seus filhos. Leia a respeito do arbítrio em Josué 24:15; 2 Néfi 2 e Doutrina e Convênios 82:2–10. Com seu pai, sua mãe ou uma líder, converse a respeito das bênçãos e responsabilidades do arbítrio. Registre no diário a sua compreensão do arbítrio e as consequências das escolhas e atos."

Espero que tenham gostado da sugestão.
Novamente, se quiserem por em prática, irei adorar compartilhar os resultados aqui depois.
Abraços.


Mutual: Como preparar um discurso

Mais uma vez, desculpem a demora.
Finalmente consegui encontrar um apartamento e realizar a mudança. Mais ainda estou perdida em meio a milhares de caixas! Mas, vamos ao que interessa!
No último post, compartilhei uma ideia de mutual para ajudar as moças com seus compromissos e responsabilidades. A ideia de mutual de hoje segue a mesma temática de trabalho: "Como preparar um discurso".
É bem verdade que muitas pessoas, sejam elas jovens ou adultos, tem dificuldades em preparar e dar discursos. Isso, sem contar o nervosismo. Para ajudar a vencer esses desafios, preparei a seguinte mutual (como a anterior, essa eu também não tive a oportunidade de por em prática).

Mutual: Como preparar um discurso



 A primeira coisa que eu queria que as moças soubessem sobre dar um discurso é que fazê-lo é muito mais do que apenas ler um artigo selecionado da revista "A Liahona". Por isso, pesquisando na internet encontrei um artigo especial para os jovens (Vai falar na reunião sacramental?) falando justamente sobre o propósito do discurso na reunião sacramental. Achei muito interessante começar a mutual com essa descrição:

" Um dos propósitos da reunião sacramental é “ensinar o evangelho” e “fortalecer a fé e o testemunho” (Administração da Igreja,  2010, p. 147). O Senhor e os líderes de sua ala confiaram a você, jovem, parte dessa responsabilidade, por isso o chamaram como orador.Você terá a oportunidade de ensinar e inspirar os membros de sua ala ou ramo." 

Depois dessa breve explicação,  compartilhar as dicas para preparar um discurso significativo:

1- Preparar e Ensinar pelo Espírito: 
  • Primeiramente, comece a pensar no tema assim que for designada a dar o discurso;
  • Inicie a preparação do mesmo com uma oração sincera, pedindo para que sua mente seja iluminada para que você saiba o que deve falar e qual a melhor maneira de passar as informações;
  • Leia a respeito do tema selecionado por você nas escrituras. Marque ou escreva as coisas que você sentir inspirada a usar;
  • Reflita sobre suas próprias experiências relacionadas ao tema e sobre como você vai compartilhá-las, caso ache interessante;
Uma parte importante da preparação é a antecipação. A preparação antecipada vai ajuda-la a ter mais tempo para receber ideias e inspirações. Portanto, nada de deixar para preparar o discurso no sábado à noite. 
Não se esqueça também de escrever seu discurso. Ao escrevê-lo, se torna mais fácil para você organiza-lo!

2 - Organização:
  • Utilize as escrituras para ensinar a respeito da doutrina e explique porque ela é importante para a congregação;
  • Conte experiências que edifiquem a fé das pessoas;
  • Preste o seu testemunho sobre o tema e de tudo o mais que se sentir inspirada a testificar.
3 -  Apresentação:
  • Pratique dar seu discurso em frente ao espelho antecipadamente ou apresente-o a alguém, um membro da família, líder das moças, etc;
  • Não inicie o discurso dizendo a todos o quanto você se sente inadequado, ou que não queria dar o discurso, ou que está nervosa;
  • Fale devagar, com clareza e num tom alto o suficiente para todos ouvirem;
  • Mantenha a postura ereta enquanto fala;
  • Não movimente a mão excessivamente. Se você costuma mexer nos cabelos ou nos acessórios, é melhor prender o cabelo e não usar muitos acessórios no dia em que for discursar;
  • Embora escrever o discurso seja ótimo para nos organizar e para nos lembrar de tudo o que queremos compartilhar, não se atenha apenas a leitura do discurso. Caso precise ler, não o leia com a cabeça baixa. Olhe para frente o máximo possível e tente olhar para as pessoas da congregação;
  • Fale de coração. Siga o Espírito ao preparar, organizar e dar seu discurso. Ele irá ajudá-la a saber o que dizer quando falar aos membros.
Após compartilhar essas dicas, seria interessante colocá-las em prática. Cada moça poderia selecionar um tema simples e preparar um breve discurso (de cinco minutos ou até menos) sobre ele utilizando as dicas dadas. 
Seria ainda de maior proveito, se elas tivessem a oportunidade de compartilha-lo. Elas poderiam até mesmo, subir ao púbito para compartilhar aquilo que prepararam na mutual. Dessa forma, elas poderiam praticar a apresentação e a postura, tendo uma as outras como apoio e ajuda.
Ao final da mutual, entregar as moças uma cópia com todas as dicas dadas sobre como preparar um discurso, a fim de que elas possam sempre se lembrar do que aprenderam na mutual e possam também consultar quando forem preparar seus discursos.




Espero que seja de grande valia!
Como antes, quem realizar essa mutual e quiser compartilhar comigo os resultados, ficarei muito feliz.
Mais uma vez, obrigada pela compreensão.
Abraços, bom final de semana!

Obs.: Outros artigos interessantes sobre o mesmo tema:Como fazer um bom discurso e Preparação de discursos

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Como ajudar as moças a assumir responsabilidades e honrar seus compromissos?

Um dos desafios que enfrentei ao servir na Organização das Moças foi, sem dúvida, a dificuldade das jovens em assumir responsabilidades e honrar compromissos. Muitas foram as atividades e mutuais marcadas em que pouquíssimas moças compareceram. Isso, quando compareceram. Já tive casos em que elas deram preferência a atividades de outras alas.
Outro desafio era quando elas eram designadas para fazer oração ou dar um discurso na sacramental. Além de não cumprirem com a designação, algumas chegavam a faltar à Igreja no dia.
Como reverter essas situações?
Recebemos algumas sugestões do bispado como: 

  • agradecer a presença das moças que compareceram as atividades e comentar durante as aulas de domingo como foi edificante; 
  • conversar com aquelas que não compareceram, em particular, e perguntar se elas tem algo que as impeçam de participar das mutuais (como falta de dinheiro para passagem ou a não autorização dos pais, no caso das moças cujos pais não são membros da igreja); 
  • oferecer ajuda no caso das jovens que tem designações a cumprir;

Embora boas sugestões, nenhuma delas deram resultados satisfatórios. Porém, ao colocar essas ideias em prática, pude perceber que algumas moças não tem a compreensão de que ser designada para fazer uma oração, por exemplo, é uma responsabilidade. Elas acham que é algo tão simples que não tão importância se elas não fizeram, alguma outra pessoa pode fazer.
Visando ajuda-las a compreender suas responsabilidades e compromissos, elaborei a seguinte ideia de mutual: Pode contar comigo!

Objetivo: Fazer com que as moças compreendam que, da mesma forma que elas cumprem suas responsabilidades escolares e familiares, elas também podem/devem cumprir as que estão relacionadas à Igreja.


Preparação: Entregar a cada jovem uma cópia do seguinte questionário.



Podem contar comigo?

1 – Seu professor passou um trabalho de pesquisa para ser entregue daqui há duas semanas. Você:

(    ) se organiza e entrega o trabalho antes mesmo do prazo dado.
(    ) faz todo o trabalho na véspera do prazo dado. Não ficou uma boa pesquisa, mas pelo menos você fez.
(     ) Esquece do trabalho e acaba não o fazendo.

2 – Suas amigas e você combinaram de ir ao cinema. Você:

(     ) Chega alguns minutos antes do horário combinado.
(     ) Chega no horário combinado em ponto.
(     ) Chega atrasada, fazendo suas amigas esperarem por você.

3- Você tem que apresentar um trabalho para toda a sua classe. O nervosismo é grande. Você:

(     ) apesar de estar nervosa, apresenta o trabalho, afinal, sua nota depende disso.
(     ) falta à aula no dia da apresentação e se desculpa com o professor depois.

4 – Sua mãe lhe pediu um favor: dar um recado importante a uma amiga dela. Sua mãe está ocupada com outros afazeres e não conseguiu contato com essa amiga, pedindo então a sua ajuda. Você:

(     ) Faz o favor para a sua mãe assim que possível e certifica-se que o recado seja dado.
(     ) Você até tenta dar o recado, mas também não consegue contato com a pessoa. Sua mãe porém não pode reclamar! Ao menos você tentou.

5-  Você e sua amiga combinam de estudar juntas na biblioteca. Mas, acontece um imprevisto que a impede de comparecer. Você:

(     ) liga para a sua amiga e avisa que não poderá ir.
(     ) esquece de ligar. Na realidade,  você só se lembra dela quando ela te liga e pergunta onde você está.

6- Sua escola está organizando uma feira de exposições. Você, juntamente com seu grupo, preparou e organizou toda uma apresentação sobre determinado tema. A feira acontecerá até o sábado e você se voluntariou para ir e participar todos os dias. Mas, no sábado, apareceu um outro compromisso, algo bem mais legal para você fazer. Você:


(     ) Vai à feira da escola, afinal, você se voluntariou e as pessoas estão contando com você.

(     ) Não vai à feira, mas avisa seus colegas de grupo.
(    ) Não vai à feira, afinal, você já trabalhou bastante e o outro compromisso é mais interessante. Depois você dá uma desculpa qualquer.

Mutual: Incentivar as moças a responderem o questionário honestamente e conceder um determinado período de tempo para que elas o façam.  Convidar as jovens a compartilharem suas impressões sobre cada situação. Elas não precisam compartilhar suas respostas, mas seria interessante que elas debatessem a respeito das consequências que cada alternativa pode trazer em cada situação.

Considerações importantes para orientar o debate: 

Situação 1 -  O próprio Pai Celestial nos aconselhou a "fazermos todas as coisas com sabedoria e ordem, porque não é exigido de nós que corramos mais rapidamente do que nossas forças nos permitem" (Mosias 4:27).  À medida que nos organizamos, nos tornamos mais aptas para cumprir com nossas responsabilidades e compromissos. A organização é fundamental em nossa vida para  nos ajudar a cumprir metas e prazos, além de evitar estresses, entre outros problemas. Quando deixamos de realizar algo no qual nos foi dado muito tempo para fazermos, estamos passando uma imagem não muito boa de nós mesmas. Este também é um sinal de que devemos fazer determinadas mudanças em nossas vidas a fim de nos organizarmos. Essas mudanças nos ajudarão em várias áreas, não só na capacidade de cumprir com nossos compromissos, mas também com nossa própria auto-estima.

Situação 2 -  Você gosta de ficar esperando? Normalmente, ninguém gosta. Cumprir com horários estabelecidos faz parte de honrar nossos compromissos. Parece algo pequeno e não tão importante assim. Pelo contrário. Chegar no horário, cumprir o horário demonstra muito a respeito do nosso caráter. Principalmente no âmbito profissional. Também demonstra que temos respeito e consideração por aqueles com quem marcamos nossos compromissos. 

Situação 3 - É comum ficarmos nervosas ao falar em público, mas lembre-se, sempre podemos pedir ajuda ao Pai Celestial para realizarmos algo.  "Tudo o que pedires com fé, acreditando que receberás em nome de Cristo, tu o receberás" (Enos 1:15)  Todas nós temos nossos desafios e limitações. Entretanto, não podemos permitir que estes obstáculos nos atrapalhem de realizar tarefas e designações dadas a nós. Além do mais, muitas dessas tarefas nos são dadas com o objetivo de fazer com que cresçamos. O ideal a se fazer nesses casos é nos preparamos da melhor forma possível  e orar, com fé, pedindo ajuda.

Situação 4 - Quando alguém nos pede algo, um favor, por exemplo, é porque essa pessoa confia em nós e acredita que temos capacidade de realizarmos aquilo que ela nos pediu. Quando deixamos de fazer algo que nos é requirido por alguém ou fazermos de qualquer jeito, não só perdemos pouco a pouco essa confiança que a pessoa tem em nós, como a prejudicamos. As vezes, esse prejuízo pode ser pequeno. Outras, nem tanto. Ao aceitarmos fazer um favor, devemos fazer todo o possível para cumpri-lo da melhor maneira possível.

Situação 5 - A regra de ouro é que tratemos os outros da mesma forma que gostaríamos de sermos tratadas. Você gostaria de ser esquecida e até mesmo ignorada? A resposta é não. Da mesma forma que você gostaria de ser avisada se um compromisso seu fosse cancelado, as demais pessoas também gostariam. Imprevistos podem acontecer a qualquer momento, com qualquer um, o importante é sempre comunicarmos aos demais quando formos impedidas de cumprir e honrar um compromisso. Essa atitude não só transmite uma boa imagem a nosso próprio respeito como, principalmente, demonstra que temos consideração pelos outros.

Situação 6 -  Ao longo de nossas vidas, assumiremos muitos compromissos e responsabilidades. Algumas obrigações nos parecerão fáceis e agradáveis, outras, nem tanto. Independente da situação, nossa responsabilidade é a mesma. Nosso comprometimento também deve ser o mesmo. Não devemos "trocar", "cancelar", "desmarcar" um compromisso porque outra coisa mais interessante apareceu. Nossa palavra deve ser confiável. Se nos voluntariamos para algo, devemos fazer a nossa parte. As pessoas contam conosco. Se deixarmos de fazer a nossa parte estaremos prejudicando os demais.

A mutual é bem simples, e como dito anteriormente, tem como objetivo levar as moças a compreenderem, por si próprias, que por menores que sejam, suas responsabilidades, tanto escolares, quanto familiares e até as relacionadas a Igreja, devem ser cumpridas. A atividade tem como objetivo também fazer com que elas percebam que são abençoadas quando honram suas responsabilidades e compromissos na Igreja e com o Senhor, da mesma forma que elas recebem boas notas ou "parabéns" quando cumprem algo na escola ou em casa. 

Sugestão de "lembrancinha":





  •  Como mencionado no post anterior, não tive a oportunidade de por essa ideia de mutual em prática.  Não sei se ela daria certo realmente, mas se alguém achar a sugestão legal e quiser realiza-la, fique à vontade. Ficarei feliz em saber que ela foi útil! (E ficarei mais feliz ainda em compartilhar as experiências de quem fizer e as fotos também!)

  • Obrigada a todas!
  • Boa semana.

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Mudanças

Depois de muito tempo, eis que retorno com mais uma tentativa de manter e atualizar o blog. 
A realidade é que quando iniciei esse "projeto" achei que seria algo fácil e divertido de fazer. Pensei que eu teria várias ideias para compartilhar e muito a oferecer. Mas, não foi bem assim que aconteceu.
Não gosto de falar muito sobre mim. E também não gosto de publicar ideias ou atividades que ainda não aconteceram, mas em vista da minha atual situação, tornou-se inevitável não fazer os dois.
Esse ano está sendo um ano de muitas experiências novas e mudanças para mim, começando com minha carreira profissional. É verdade que sou formada em Letras - Língua Portuguesa e suas Literaturas, mas, até então, não tinha tido a oportunidade de lecionar. Este ano, porém, fui convocada para ocupar uma vaga de professora num concurso que eu tinha prestado há muito tempo. 
Aceitei a convocação (até porque em fevereiro desse ano fui demitida do meu emprego) e enquanto fazia os exames admissionais, descobri algo que mudou a minha vida por completo: descobri que estava grávida!
Não existem palavras para descrever a alegria que senti ao saber que eu iria ser mãe! Não logo após o terrível ano que tive ano passado. Praticamente, lutei contra um sentimento de vazio, de incapacidade, frustração e até mesmo depressão por não conseguir ter um filho. A "cobrança" era muito grande e parecia que todo mundo que eu conhecia estava grávida, menos eu. 
Também não posso descrever meus sentimentos de gratidão. Tudo realmente tem sua hora certa para acontecer e o que eu posso dizer é que tudo foi preparado para mim por um Pai verdadeiramente amoroso.
Entretanto, nem tudo são flores. Literalmente cai de paraquedas no meu trabalho! Comecei a trabalhar na metade do segundo bimestre, poucas semanas antes das provas. Tive que correr para planejar e preparar aulas, testes e provas e continuo nessa rotina, afinal, este é meu primeiro ano como professora! Tenho buscado me organizar e preparar todas as coisas necessárias com antecedência. Acredito que ano que vem será melhor.
Além disso, há todos os preparativos para a chegada do bebê, que,no meu caso, incluem até a mudança de casa (e talvez até de ala, devido a mudança),
Então, no momento, aqui estou eu! 
Minha vida está um tanto quanto corrida. Devido há alguns problemas de saúde que vieram com a gestação (nada grave, ainda bem, mas que mesmo assim me limitaram um pouco) e outros pessoais, vi que não estava me dedicando realmente ao meu chamado nas moças.
Tivemos também alguns problemas na organização e mais de uma vez aconteceu de marcarmos mutuais e atividades e as moças não comparecerem.
Por todos esses motivos (e mais a incerteza de saber se mudarei de ala ou não e deixarei assim meu chamado), decidi que irei começar a postar todas as ideias que tenho para a Organização das Moças. Mesmo aquelas que ainda não tive a oportunidade de realizar. Afinal, as ideias são muitas!
Ainda estou em processo de organização e de muitas mudanças. Mas, comprometo a atualizar uma vez por semana, no mínimo.
Muitas mudanças virão! Espero que elas sejam uteis e que ajudem a todas a servir nessa maravilhosa organização que é a Organização das Moças.
Obrigada por tudo, por todo esse tempo aqui.
Espero que agora o blog realmente cumpra seu propósito!
Abraços, bom final de semana!